Quero Lecionar curso na Explicador, tudo o que preciso saber

PASSOS PARA LECIONAR NA EXPLICADOR

Os passos que apresentamos abaixo baseiam-se na experiência de diversos explicadores e abordam todo o processo de desenvolvimento, desde a definição das metas e público-alvo, até a publicação e marketing do curso.

1.Escolher o tema do curso

A chave para criar um curso online de sucesso é escolher um tópico que seu público realmente queira e precise aprender. A escolha do tema exige análise e pesquisa, para se chegar a um resultado coerente e com bom potencial de venda.

Escolha um assunto pontual e atrativo essa é uma metodologia para aprendizagens de curta duração. Portanto, vá direto ao ponto, escolhendo um tema que traga informações relevantes e, ao mesmo tempo, chame atenção.

2. Definir metas e objectivos

Neste ponto o explicador deve fazer-se a seguinte pergunta: “o que um aluno deve ser capaz de fazer depois de terminar meu curso?”

A resposta para essa pergunta pode variar, como por exemplo, “o aluno deve ser capaz de”:

– Hospedar um site;

– Ligar um computador;

– Construir um website;

– Usar a língua inglesa como meio de comunicação no seu dia a dia.

No ponto acima é fundamental ser específico, de modo a tornar seu curso mais atraente para o aluno. Não é preciso prometer o mundo, mas sim seja claro sobre o que o curso realmente vai ensinar e o que eles podem esperar após a inscrição. E, o mais importante, entregue o que foi prometido.

3. Público alvo

A definição do público alvo é essencial pois tentar criar cursos que atendam todo mundo é um esforço inútil. É Preciso pensar nos seus futuros alunos e pergunte-se quem terá interesse em fazer meu curso? Antes de começar com a criação do seu conteúdo, observe mais de perto seus alunos em potencial. E você pode começar descobrindo as responstas para algumas perguntas básicas como:

– Qual é a faixa etária dos meus alunos?

– Que posição ocupam? (são promotores de vendas, RHs, empreendedores, etc.?)

– Quais são as suas caracteristicas demográficas? (nível educacional, localização geográfica, condição socioeconómica, etc.?)

– Quais metas, interesses ou desafios estão motivando os alunos a fazer um curso na área do seu tema?

– Para quem seu conteúdo é mais indicado?

Se você estiver com problemas para definir o público, pense no oposto: para quem seu curso não é indicado.

As informações acima poderão lhe ajudar a desenhar seus conteúdos de modo a atender melhpr seu público alvo.

4. Preparação do Conteúdo

Um dos passos fundamentais na criação de cursos online é pensar como é que o mesmo será apresentado para o público alvo.

A forma que você considera melhor para ensinar e transmitir seu conhecimento definirá a escolha do formato do curso (vídeo, apresentações, áudios, etc.) e o tipo de software que você precisará.

Um curso online não precisa oferecer apenas um formato de conteúdo. Você pode perfeitamente gravar aulas em vídeo e disponibilizar pdfs como material de apoio. Alguns módulos do seu curso também podem ser entregues no formato de apresentações de powerpoint, usando recursos variados como animações e gráficos, por exemplo.

Com uma simples câmera de smartphone, microfone e softwares de edição que você encontra gratuitamente na internet, é possível criar vídeos de boa qualidade. Vale lembrar que os vídeos estão em alta e promovem um maior engajamento por parte do público.

5. Recomendações para gravar vídeoaulas

– Faça um planejamento de modo que cada vídeo tenha no máximo 15 minutos.

– Procure ser sucinto, explorando principalmente conceitos e exemplos.

– Procurar fazer um teste antes para verificar a luz do local onde vai gravar.

– Procure usar camisa ou blusa de cor lisa e que contraste com a cor de fundo de onde você vai ficar.

– Configure antecipadamente o volume do áudio e faça um teste para verificar a qualidade do áudio.

– Procure evitar locais que capturem o som de fundo de ar condicionado ou qualquer outro aparelho que emita ruído contínuo.

– Verifique o enquadramento para que fique centralizado.

– Procure gravar em um local que não tenha muitos elementos (móveis, quadros, etc) no fundo, pois isso costuma tirar a atenção de que está assistindo.

– Planeje para cada video-aula alguma actividade extra, como exercícios, leituras e discussões, salvaguardando que estes devem estar bem estruturados e com objectivos claros.

6. Publicação

Antes de enviar-nos o seu curso você precisa informar-nos se pretende oferecer seu curso a um preço definido, um preço com desconto ou gratuitamente.

Cursos gratuitos e pagos

Geralmente muitos explicadores optam por lançar seus cursos de forma gratuita de modo a gerar interesse e receber feedback.

Os curso pagos possuem duração indeterminda e não podem ser oferecidos gratuitamente nalgumas plataformas como o youtube.

A definição do preço do curso pode ser influenciada por diversos factores, como duração do curso, nível do conteúdo e sua experiência no mercado.

7. Dicas para fazer marketing do seu curso

A interatividade tem grande potencial para engajar alunos, mais do que publicar um curso é importante que o explicador estabeleça uma conexção com seus alunos se mostre disponível para ajudá-los com as suas dúvidas.

Criar uma relação saudável com seus alunos isso poderá ajudar-lhe a obter feedback e com ele você poderá melhorar seu curso pois seus alunos são pessoas que já consumiram seu curso.

Procure Inspirar seus alunos com notícias da área e mantenha-os interessados no assunto, adicionalmente, procure formas de actualizá-los sempre que estiver para adicionar conteúdo ao curso, acredite que a sua dedicação vai chamar a atenção deles.

Para além de promover seu curso nas nossas plataformas de marketing e comunicação, o explicador poderá comercializar seu curso usando plataformas externas como facebook, Twitter e LinkedIn.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *